INSTITUTO FUTURISTA

Iconarmadilhemos a verdade para que ninguém lhe toque.

O pesadelo de Chernobyl - 20 anos depois.

Documentado pelo fotografo Robert Knoth e pela repórter Antoinette de Jong.



Michael e Vladimir, gémeos, 16 anos, de Belarus, Minsk.
Michael sofre de hidrocefalia e é cinco minutos mais velho que Vladimir
que é surdo.


A 26 de Abril de 1986, o reactor número quatro da central nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, sofreu o maior acidente conhecido na história.
Com a explosão da estação de Chernobyl foram enviadas 190 toneladas de urânio radioactivo e grafite para a atmosfera, obrigando à retirada de 120 mil pessoas de uma região correspondente a uma zona de 30 quilómetros ao redor da central.
O reactor nuclear esteve a arder durante dez dias, e os materiais radioactivos viajaram com a chuva e o vento para zonas longínquas da Rússia, Bielorrússia e Ucrânia.

Uma das consequências do acidente da central nuclear foi o aumento progressivo dos casos de cancro da tiróide (especialmente nas crianças), problemas do coração ou deformações congénitas.

 
 
 
 

Enviar um comentário 1 comentários:

Nádia Bonani disse...

Olá!
Estou passando aqui a ti desejar uma linda semana!
Cheia de paz*
bjus.
Nádia.

5:24 da tarde

Enviar um comentário